Início » Financiamento imobiliário: o que é e quais são os modelos?

Financiamento imobiliário: o que é e quais são os modelos?

  • por

Cada vez mais pessoas sonham em sair do aluguel, e conquistar a casa própria. E o financiamento imobiliário pode ser um grande precursor desse sonho. Existem dois tipos de financiamento de imóveis: SFH e SFI.

Ambos foram criados para prolongar o prazo de quitação das parcelas de um imóvel, e facilitar a aquisição da casa própria.

Porém, há algumas diferenças entre eles que valem ser observadas.

SFH: O que é e como funciona?

O Sistema Financeiro de Habitação foi criado com o objetivo de ajudar pessoas de baixa renda a terem a casa própria. Atualmente, o sistema atende a várias classes sociais, independente de renda. Seu maior atrativo são os juros mais baixos.

Para comprar um imóvel pelo SFH, é necessário cumprir algumas exigências:

  • O valor do imóvel desejado não pode ultrapassar R$1,5 milhão.
  • O financiamento não pode ser superior a 80% do valor da propriedade.
  • A unidade deve ser residencial e urbana, registrada no Cartório de Registro de Imóveis.
  • O imóvel precisa estar localizado onde o comprador mora, ou trabalha há pelo menos, um ano.
  • O Fundo de Garantia (FGTS) pode ser usado, desde que não tenha sido usado para outros financiamentos, nos últimos 3 anos.
  • O prazo máximo do financiamento é de 35 anos, e para ser aceito, o solicitante deve estar com o nome limpo no SPC e Serasa.

Essas regras são supervisionadas pelo Banco Central. A taxa de juros pode ser negociada pelos bancos, diretamente com os clientes. 

Vantagens

A principal vantagem desse sistema é a liberação imediata dos recursos financeiros para a compra ou construção do imóvel. Além de ter juros mais baixos, a possibilidade de utilizar o FGTS, há também o fato de os bancos não poderem comprometer mais de 30% dos rendimentos do consumidor.

Desvantagens

Apesar de ter baixa taxa de juros, existem algumas outras taxas que são cobradas ao mutuário. E também não cobrir 100% do financiamento, como citado anteriormente.

SFI: O que é?

O Sistema de Financiamento Imobiliário abrange tudo que o SFH não abrange. Fique atento às regras do SFH. Caso algum fator não se encaixe nelas, o financiamento será regido pelo SFI.

Esse tipo de financiamento, é ideal para investidores imobiliários. Principalmente, os que comercializam com objetivo de ter lucro e não necessariamente para moradia. O comércio de imóveis de luxo, é outro segmento que faz uso constante desse tipo de financiamento, por ter alto valor agregado.

Os principais recursos que viabilizam esse tipo de financiamento, são oriundos de investidores e bancos. Possuem uma taxa de juros de,  aproximadamente 10% a.a., mas há autonomia por parte dos bancos para negociarem essa taxa.

Por ser um sistema destinado, sobretudo, a pessoas jurídicas o uso do FGTS não é permitido.

Vantagens

Adquirir mais de um imóvel pelo sistema, é o principal atrativo do SFI. E a propriedade pode ser destinada tanto para fins comerciais, quanto para residenciais. 

Desvantagens

O uso do FGTS ser vetado. E a taxa de juros ser mais alta.

Após ler esse artigo, cabe a você analisar o que faz mais sentido no momento de uma compra. Quais são as suas necessidades? O que ficaria mais confortável para o seu bolso?

Entre em contato conosco e encontre o imóvel ideal, com o financiamento ideal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *